Por que trocar o branco pelo colorido?

Podemos não perceber conscientemente, mas as cores dos ambientes que frequentamos exercem influência sobre nosso subconsciente e, consequentemente, sobre nosso humor e bem estar. Prova disso é nossa reação ao acordar e se deparar com um dia ensolarado ou nublado. Quando não têm nuvens no céu e a cor que predomina é um azul claro e vibrante, a sensação que temos é de alegria, vivacidade e relaxamento .Já em dias cinzentos, temos sentimentos menos intensos, uma vez que o cinza é uma cor predominantemente neutra, que não gera sensações de felicidade ou vivacidade.

É claro que não podemos controlar as cores do céu nem a previsão do tempo, mas podemos escolher quais tons colorirão nossa casa ou nosso ambiente de trabalho. Se as escolhas certas forem feitas, podemos criar diversos resultados, como: aumentar o desempenho de atividades, elevar a moral daqueles que estiverem no ambiente, controlar a intensidade da luz no local, diminuir o esforço visual, ampliar e reduzir espaços, relaxar ou estimular as pessoas presentes, entre outros.

Pensando no bem estar que as cores podem te proporcionar, fizemos uma seleção de motivos e instruções para você não se apegar somente ao branco clássico e colorir sua vida!

1- Por que usar cores claras como o nude, o bege e os tons pastéis?

Usando cores claras, a impressão que se tem é de que o ambiente é maior do que realmente é. As cores claras geralmente ampliam o espaço. Porém, possuem também a característica de aproximação em direção ao observador, podendo limitar visualmente o ambiente, dependendo da situação. Por exemplo, se você tem um corredor estreito e comprido, desejando diminuir seu comprimento, “aproxime” a parede do fundo pintando-a com uma cor clara. Assim, o corredor parecerá mais curto, limitado. Além disso, o uso de cores claras é recomendado para ambientes que requerem sensação de limpeza, como banheiros, ou para locais onde estímulos de agitação devem ser dispensados, como quartos de bebês.

2- Por que usar cores escuras como o roxo, o preto e o azul marinho?

Em um ambiente com cores escuras, a impressão que se tem é de que o ambiente é menor do que realmente é. Porém, possuem também a característica de afastamento em direção ao observador. Por exemplo, em um hall de entrada, se você tem a parede do fundo muito próxima da porta, deixando o ambiente com pouca profundidade, pintando-a com uma cor escura você terá a impressão de que esta parede está mais afastada. Para provar isso, basta olhar para o céu a noite, o azul escuro nos passa a sensação de amplitude, de infinito.

3- Por que usar cores quentes como o vermelho e o amarelo?

Cores quentes são ótimos estimulantes. Apesar de serem inadequadas para ambientes de relaxamento como quartos ou centros de Yoga e meditação, são ótimas aliadas em várias ocasiões. Se a intenção for, por exemplo, incentivar a criatividade e a proatividade em um ambiente de trabalho ou em uma escola, é muito recomendado o uso dessas cores. Além disso, elas estimulam a sensação de fome, sendo adequadas também em restaurantes e cozinhas domésticas.

4- Por que usar cores frias como o azul e o lilás?

Essas cores são adequadas para provocar a sensação de calma, sendo, por isso, recomendadas para ambientes de relaxamento e quartos, principalmente de bebês, podendo tornar o ambiente mais aconchegante e acolhedor. Entretanto, não são muito úteis se a intenção for estimular a criatividade e o desenvolvimento da criança.

Agora que você já sabe a importância das cores e de adequar elas ao ambiente que se deseja pintar, use e abuse de seus efeitos! Lembre-se também que o branco não é um inimigo: pode, e deve, ser associado ao colorido, para que o lugar não seja enjoativo aos olhos de quem o frequentar, deixando o local visualmente equilibrado. Boa pintura!

Publicado por Atacadão das Tintas